sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Landing in Canada!

Olá imigrantes e aspirantes!

Bem-vindos ao primeiro post escrito diretamente do Canadá! :)

via GIPHY

Sei que estamos sumidos, mas vocês podem imaginar que não é moleza se preparar para uma mudança de país, não é mesmo? Precisamos cumprir os avisos prévios nos nossos empregos, preparar a documentação, fazer malas, organizar as despedidas, etc.

Por mais que tenhamos iniciado nosso planejamento com muita antecedência, sempre ficam várias coisas para resolver de última hora e vou falar a verdade: fazer a vida de 2 pessoas e 1 cachorro caber em 4 volumes de 32kg foi realmente um desafio de perseverança. Acabamos nos rendendo ao quinto volume, pela bagatela de 120USD...

Enfim, como foi a preparação para o tão esperando "landing" como PR? Como são muitos pontos, fica o ALERTA TEXTÃO!

Fizemos uma lista de "to-do's" e seguimos à risca! Vou compartilhar um pouco com vocês.

Alguns itens básicos, para servirem como guia, que fizemos mais ou menos 2 semanas antes do embarque:

- Contratação de Seguro Saúde no Canada para os primeiros 3 meses (quando não estaremos cobertos ainda pelo Ontario Health Insurance Plan).
- Realizar cadastro no Transferwise, para realização de transferências internacionais. Esse app é ótimo, as taxas compensam muito.
- Providenciar transferência de endereço da conta corrente brasileira para a casa dos nossos pais
- Confeccionar procuração para nossos pais nos representarem em alguma eventualidade e poderem movimentar nossas contas correntes.
- Cerca de 48h antes da viagem, encerramento de Assinaturas de Serviços como Internet, Plano de Celular, Plano de Saúde, etc.
- Providenciar a farmácia básica para os primeiros meses: anticoncepcional, remédios de uso frequente (tipo tireóide no meu caso), alguns remédios de uso corriqueiro como rinosoro, Nasonex, etc.
- Providenciar carta do seguro do automóvel, comprovando seu histórico (isso facilita na contratação de um seguro canadense)
- Para tirar a carteira de motorista aqui, é importante ter uma carta do Consulado Brasileiro. Para confeccionar essa carta, eles pedem uma declaração do Detran que contenha seu histório de pontuação.

Para viajar com nosso dog:

- Declaração do veterinário 3 dias antes da ida à Vigiagro: é feito um exame clínico e ele emite uma declaração de que as vacinas estao em dia.
- Obtenção do CZI (Certificado Zoosanitario Internacional) na Vigiagro em Gurarulhos 4 dias antes da viagem. Atenção: é necessário agendar horário para fazer a solicitação. Tem que levar a carteira de vacinação original, que ficará retida até a declaração ficar pronta para retirada (leva 48h), e também, o atestado do veterinário.
*Obs: nosso cachorro não fica muito tranquilo em situações de confinamento e era a primeira vez que ele faria uma viagem tão extensa. Por isso, pedimos ao veterinário para receitar também um calmante caso fosse necessário para que ele se aquietasse durante o voo. Ele nos receitou um mais fraquinho (fitoterapico), para ir usando uma semana antes da viagem, e um mais potente (que inclusive é um risco à saúde do bichinho) para ser usado em último caso. Infelizmente no caso do Theo, tentamos de várias formas, mas ele só parava de chorar quando administrávamos a medicação mais forte. Precisamos usar a cada 3 horas.
Dica: na área externa do Pearson Airport em Toronto tem uma "Pet Zone" para os bichinhos se aliviarem antes de encararem o percurso de transfer para o destino final. Achei muito fofo! Um dos agentes de imigração que nos falou para levar o Theo lá.

Documentação para o Landing em si:

- Extratos bancários atualizados com saldo de conta corrente e aplicações (cerca de 48h antes da viagem).
- Lista de "goods" que estamos levando, para a alfândega. Eles pedem um inventário com os eletrônicos que estamos portando e outros itens de valor.
- COPR e Passaportes, claro!

Bagagem:

Optamos por viajar com 1 mala grande + 1 caixa de papelão nas especificões da Air Canada cada um. A caixa é mais leve que a mala e permite carregar um volume maior, achamos que valeu mto a pena. A caixa com miolo duplo deve somar 158cm e é encontrada facilmente em lojas como a Kalunga. Também usamos rolo Fast Pack para selar cada uma delas (a principal preocupação era proteger da chuva paulistana no transporte até o aeroporto). Porém, optamos por fazer uma embalagem plástica extra no aeroporto também, já que custa em torno de 60,00 por volume e tem um seguro contra perda bem interessante (na casa de 5.000 USD por volume, se não me falha a memória).

- O que trouxemos?
Todas as roupas de "inverno" que tínhamos, para minimizar o aperto na chegada, somente nossas roupas de calor e sapatos preferidos, objetos de casa com os quais tínhamos apego, tipo souvenirs de viagens, presentes de amigos, etc. Além disso, trouxe alguns poucos itens de casa que eram leves e que estavam muito novinhos, tipo minha frigideira de fazer omelete, forminhas de silicone, um conjunto de talheres, toalhas de cozinha, 2 jogos de roupas de cama e 1 de toalhas de banho para usar no AirBnb na chegada. De resto, foi tudo vendido ou doado! O mais triste foi deixar pra trás nossa coleção de livros... #DesapegoTotal
Nas malas de mão levamos os itens frágeis, roupas de frio essenciais para chegar (kit de casaco, cachecol, luva, gorro e roupa térmica) e também todos os documentos que não podem ser extraviados, como certidão de nascimento, casamento, diplomas, etc.

Sobre as roupas de frio: como as temperaturas estavam relativamente tranquilas no dia da nossa chegada (em torno de 0 graus Celsius) os casacos que trouxemos (comprados em outras viagens aos USA) foram suficientes para as andanças iniciais, mas a primeira coisa que fizemos foi comprar roupas de frio daqui, porque as previsões dos dias que se seguiram eram bem menos animadoras. Não perca tempo comprando roupa de frio no Brasil para trazer para cá, pois nunca vi qualidade que se compare a um bom casaco North Face ou Columbia com "down" (pena de ganso) ou isolamento térmico como eles fazem aqui. Com esses casacos, você pode sair sem roupa térmica por baixo e não passar frio até -10 (menos que isso, precisa de térmica sim, mas só a térmica e uma sweater resolvem)... So trust me, deixe para investir quando chegar aqui!

Dica: Dentro do aeroporto de Toronto, por causa da quantidade de volumes, acabamos pagando para alugar um carrinho de transporte. Custou cerca de 50 CADs, entre aluguel e tip para o agente (que achamos meio absurda - ele quis 30 CADs de tip...). No entanto, valeu a pena, porque não teriamos como carregar tudo sozinhos.

Como foi o "Landing"?

Foi mais tranquilo do que eu esperava. Mesmo chegando no dia 24/12 fomos recebidos por agentes super bem humorados. Foi muito prazeroso ouvir: Welcome to Canada!

Em termos de documentação, não precisamos apresentar nada além dos passaportes e COPR. Mesmo na alfândega, não nos pediram o inventário e como eu não tinha nada de fato a declarar, e nem "goods to follow", ou seja, algo que ia ser enviado do Brasil depois, eu também acabei não mencionando a lista. Apenas apresentamos a documentação do Theo e fomos liberados.

Sobre endereço para entrega no PR Card: nós tínhamos apenas o endereço do AirBnb, então, o agente pediu para enviarmos um fax posteriormente para o CIC com o endereço de entrega definitivo. Ele disse que é muito séria a questão do extravio e por isso era mais seguro informar um endereço que a gente tivesse maior certeza que o documento iria chegar até nós.
Depois que alugamos o apartamento (post a parte - para o futuro), nós fomos num Internet café (Lan House, termo que acredito estar extinto no Brasil) e usamos o fax deles para enviar.
Sim, aqui se usa muito fax e cheque! Coisas que estão completamente fora de moda no Brasil também. Te pedem cheque para absolutamente tudoooo, achamos muito curioso!

Detalhe: até fazer o "Landing" oficial você passa primeiro pela imigração tradicional, na fila dos estrangeiros mesmo e entrega aquele formulário padrao que nos entregam no aviao. De lá, eles te encaminham para o setor de imigração correto.

Dica: Como chegamos num sábado, o Service Canada não estava aberto, tivemos que fazer o registro do SIN em outra ocasião, mas quem chega num dia útil pode fazer isso lá no aeroporto também e ganhar tempo.

Transfer para o AirBnb:

Optamos por contratar um serviço de transfer (usamos a empresa Limo Service) que custou cerca de 80Cad. Era mais barato que Uber e mais seguro do que dirigir um carro em condições adversas. Recomendamos especificar para a empresa exatamente os volumes que estão trazendo para garantir que o carro enviado será apropriado para encaixar tudo. Para a quantidade de volumes que tínhamos - 3 caixas, 2 malas grandes, 1 cachorro com kennel e 4 malas de mão - , foi necessário uma SUV de grande porte, a Suburban. Ah, eles ficam acompanhando os detalhes do seu voo, então não precisa se preocupar muito caso haja atraso, mas recomendamos deixar 2 horas entre o tempo de desembarque e o transfer, por causa das filas na Imigração.

Espero que gostem das informações!
Até mais! :)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Agora sim: residentes permanentes no Canada! \o/




Depois de exatos 177 dias do envio da nossa documentação para o CIC, o pedido mais esperado chegou: o pedido de envio de passaportes, carinhosamente chamado de PPR!

Eu já estava desde cedo acompanhando a movimentação no thread "April 2016 AOR" do Canada Visa, onde pessoas do mundo todo (principalmente indianos e africanos) trocam ideias sobre o status dos seus respectivos processos, e já tinha percebido que a terça-feira dia 18/10 estava "quente" em Ottawa, centro que processou nossa documentação. Uma pessoa que tinha a data de envio como 22/04 tinha acabado de receber o email do CIC e a nossa data era 24/04: obviamente fiquei na expectativa de nosso processo estar na fila de processamento daquele dia...

Vou confessar que estava difícil manter a concentração e eu olhei meu email de 5 em 5 minutos durante a manhã. De tanto apertar F5 acho que ia desenvolver uma LER! rsrsrs

Então, quando eu menos esperava, pois estava em reunião no trabalho e não checava meu email há um tempinho, a mensagem pulou na tela do meu celular: Ready for Visa / Prêt pour Visa!

Foi tão emocionante que precisei me ausentar da sala por alguns minutos: fiquei vermelha, meu coração disparou, tive vontade de rir, chorar, gritar, pular de alegria...a primeira coisa que fiz foi mandar uma mensagem em caixa alta para o whatsapp do marido: ALERTA PPR! SAIUUUU! :)

O momento pelo qual aguardamos tão ansiosamente tinha finalmente chegado e comemoramos muitoooo. Avisamos a família e os amigos mais próximos, que já sabiam do nosso processo, e foi uma farra virtual! 

No dia seguinte mesmo já fui pessoalmente ao Visa Office (VFS) que é o centro que recebe os passaportes para encaminhamento ao Consulado Canadense. Tenho a sorte de trabalhar muito perto do World Trade Center em São Paulo, sede de ambos, então preferi ir lá para deixar os documentos solicitados e fazer o pagamento das taxas de processamento. 

Quais são os documentos solicitados neste momento?
- Passaportes dos envolvidos no processo (meu e do marido)
- 2 vias do e-mail de solicitação dos passaportes recebido do CIC
- 2 vias assinadas do termo de consentimento da VFS (para cada envolvido no processo)
- 2 fotos 5x7 nas especificações exigidas pelo CIC  (para cada envolvido no processo)
- 2 vias da carta de apresentação, onde constam peso e cor dos olhos dos envolvidos no processo
- Taxa de residencia permanente RPRF (no nosso caso já tinhamos pago upfront, ao submeter a documentação)
- Taxa da VFS (deu R$238,00 - pode ser paga la mesmo com cartão de crédito e/ou débito)

Optei por ir ao VFS na hora do almoço e estava relativamente vazio. Porém, ainda assim esperei cerca de 45 minutos para ser atendida pois há poucos guichês ativos (cerca de 3) e apenas um é dedicado ao visto de residente permanente. Importante: não é necessário marcar horário. Basta comparecer lá no horário de funcionamento deles, munido dos documentos. Mais informações no site da VFS

A atendente foi super solícita e ágil e me deu um conselho importante: optar por receber os passaportes em casa. Segundo ela, os despachantes que trabalham para agências de viagem retiram os documentos pessoalmente e acabam tumultuando o processo no local, e, por isso, receber em casa seria mais seguro e rápido. Realmente, ela tinha razão: recebemos os passaportes em casa em apenas 5 dias úteis (o prazo estimado era de 10 dias úteis). Além disso, fiquei admirada com a organização. Cada passo do processamento do passaporte era informado por SMS e email.

Juntamente com os passaportes com o visto de residência recebemos também 2 vias do COPR - Confirmation of Permanent Residence, que é o formulário que precisamos levar ao fazermos o landing no Canada. Ele será assinado na presença do oficial de imigração.

Passada a euforia dos primeiros dias do término do processo, começa a correria para se preparar para o landing. A lista de tarefas é overwhelming, mas estamos super empolgados e ansiosos para começar nossa nova vida. Já temos a data de chegada: 24/12! Sim, vamos passar o Natal e o Reveillon na nossa nova cidade: Toronto! <3 p="">

Já providenciamos as passagens via Air Canada, e vamos levar nosso filho canino conosco na cabine. Também já temos um local temporário para morar nas primeiras semanas (alugamos via AirBnB mesmo) e já começamos a ativar nossa rede de contatos em busca do nosso primeiro emprego.

Vamos contando aqui sobre nossos próximos passos. Obrigada a todos os leitores que nos acompanharam até aqui.

OH, CANADA! Our home and native land! Oh, Canada, we stand on guard for thee... <3 p="">

domingo, 4 de setembro de 2016

BG in Progress \O/



Passando aqui para deixar uma rápida e feliz atualização na nossa timeline. 

Nosso Background Check (BG Check) mudou de "not needed at this time" para "in progress" na última sexta-feira (02/09)! Viva! :D

É muito bom ver "movimento" na nossa application, traz um alívio sem igual, principalmente considerando que estamos em "silêncio" desde as GCMS notes que recebemos no mês de Julho.

Essa etapa consiste, basicamente, numa checagem de informações relativas à segurança (ex. envolvimento em crimes internacionais), histórico de viagens, e, acho que forma geral, para garantir a veracidade das informações que passamos no nosso dossiê pós-ITA.

Algumas pessoas - muito sortudas, diga-se de passagem- recebem o pedido de passaportes (PPR) no dia seguinte ou até no mesmo dia em que seu BG Check sofre essa alteração. 

No entanto, pelo que temos lido no Canada Visa, por causa do chamado "backlog" ou acúmulo de processos no CIC, muitas pessoas tem esperado até mais de 30 dias para o PPR após essa mudança no status.

Nosso processo completa os 6 meses estimados para retorno final apenas em 24/10, por isso, não tínhamos tanta expectativa de receber o pedido de passaportes antes dessa data, já estávamos preparados psicologicamente para uma espera de pelo menos 5 meses. Mas, como nosso status mudou antes do previsto, agora estamos com uma certa (e inevitável) esperança de que o processo seja antecipado. Será?

We'll keep our readers posted! Torçam por nós!

domingo, 17 de julho de 2016

Momento de alívio: Um viva às GCMS notes!



Na última quinta-feira recebemos as GCMS notes. A sigla GCMS significa Global Case Management System, e as notas consistem num relatório detalhado dos oficiais de imigração que estão lidando com o seu caso.

Trata-se de um arquivo com mais de 90 páginas, onde você consegue ver todo o "log" das movimentações do seu caso no sistema do CIC.

Desde a aprovação dos nossos exames médicos, por volta de 26/04, estávamos sem receber qualquer atualização do sistema, então, resolvemos, perto de completar 60 dias da AOR, solicitar esse relatório, em busca de entender o andamento do processo.

Se você tem algum amigo ou parente no Canada essa pessoa pode solicitar as GCMS notes por você por cerca de CAD 5. No nosso caso, como não temos nenhum conhecido, nós utilizamos a empresa Visa File. Eles cobram CAD 25 para realizar a solicitação em seu nome, basta assinar um termo de consentimento. No total, demoraram exatos 30 dias para recebermos as notes, mas valeu a espera!

No nosso report conseguimos ver que a etapa mais crítica, que é a análise de eligibilidade, já passou e fomos aprovados. UFAAAAA! É uma sensação indescritível de alívio. Essa análise engloba a comprovação da experiência profissional dentro do seu NOC, a comprovação de minimum funds, a prova do IELTS, os diplomas validados (ECA), enfim, tudo o que tem maior peso num processo desse tipo.

Conforme vocês podem ver no print abaixo, temos também a aprovação de criminalidade, feita com base nos documentos que enviamos (police certificates, etc.).



Uma coisa muito importante que descobrimos lendo nosso relatório é que nós perdemos 5 pontos entre o ITA e o AOR, pois recebemos o ITA em 09/03 e enviamos os documentos no dia 24/04. Neste meio tempo (02/04) eu fiz aniversário, o que nos fez perder 5 pontos, saindo de 477 para 472. A nota de corte do nosso draw foi 473, ou seja: com meu aniversário nós caimos abaixo da pontuação de corte do draw em que fomos selecionados! Isso significa que estariamos desclassificados e provavelmente teriamos que retornar ao pool do EE e/ou acionar um advogado de imigração para tentar reverter a situação futura, pois seriamos declinados.

Eu acredito muito em Deus e tenho certeza que Ele interviu nessa situação, pois, apesar de termos perdido esses 5 pontos, nos concederam um ponto adicional que não havia sido computado, da pós graduaçao do meu marido. Deste modo, perdemos apenas 4 pontos e retornamos aos 473, conseguindo passar pela etapa de eligibilidade. #ThankGod

Outra coisa que notamos é que a nossa análise de eligibilidade aconteceu bem no início do nosso processo, cerca de 6 dias depois do AOR. A maioria das análises no sistema está com a data de 30/4, o que coincide com a mensagem que recebi do sistema na mesma data, mudando meu BG Check de "in progress" para "not needed at this time".

Vimos ainda que nosso processo continua no Visa Center de Ottawa (RC-9515) e que falta a etapa de segurança (security), que imagino que seja relacionada a controle internacional, anti-terrorismo, etc. Conseguimos ver ainda que alguma tarefa estava prevista para terminar em 30/06. Será que andou mais um pouco? Esperamos que sim!

Bom, como em média o processo entre o envio da documentação e o pedido de passaportes tem demorado cerca de 4,5 a 5,5 meses, e estamos entrando no terceiro mês de espera (84 dias para ser mais precisa), ainda precisamos exercitar nossa paciência e seguir aguardando a conclusão, que seria o pedido de passaportes, previsto para acontecer em meados de Setembro ou Outubro.

Seguimos aguardando com fé e sabendo que Deus está no comando de tudo!

#SeeYouSoonToronto

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Como anda nosso processo...

Passando pelo blog para contar para vocês um pouco sobre o nosso processo. Depois da aprovação dos exames médicos, nosso "Background Check" mudou para "in Progress" e, no dia seguinte, para "Not needed at this time". Reza a lenda que o "Background Check" só muda de novo para "in Progress" alguns dias antes do recebimento do Pedido de Passaportes, o tão sonhado #PPR.

Então, por enquanto, sem novidades, o que já é esperado, visto que o processo todo leva em média 4-6 meses e se passaram exatos 49 dias da nossa submissão de documentos. Nesse caso, diria que silêncio significa coisa boa, já era mesmo nossa expectativa ficar alguns meses sem notícias do honorável CIC! :)

Massss, descobrimos uma coisa muito boa. Quando nossa aplicação completar 60 dias, podemos solicitar as notas do Visa Officer sobre nosso processo, as chamadas "GCMS notes". Assim conseguiremos saber direitinho em que pé estamos... Porém, essas notas também demoram cerca de 30 dias para chegar. Deste modo, temos que segurar a ansiedade até Julho, mas já estamos ficando craques nisso...

Neste meio tempo, vendemos um carro e um apê, e até já nos mudamos para um apê alugado e tudo mais. Deus tem sido tão generoso com nosso processo que conseguimos um contrato de apenas 6 meses, sem multa rescisória após esse período, o que me faz crer que estamos com o mundo espiritual conspirando a nosso favor e em Outubro estaremos prontos para levantar o sonhado vôo para as terras geladas do Norte.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Processo em andamento, segura a ansiedade!

Depois de todo o estresse e correria para enviar nossa documentação no Domingo e da AOR recebida, já começou aquele sentimento de ansiedade do tipo: E, agora? Quando vem nosso primeiro "passed"?

Felizmente, a espera não foi longa! Deus abençoe o VO (Visa Officer) que está tocando nosso processo. A gente já tinha visto nos fóruns, principalmente do Canada Visa, que geralmente o primeiro item a ser tickado é o Exame Médico...e, thank God, este foi nosso primeiro passed! :)

Além disso, já tivemos mais uma mudança positiva no nosso status: o Background Check mudou para "in progress", o que é um ótimo sinal! Tipo, estão olhando MESMO nossa application.

Agora sou "aloka" do MyCiC, olho todos os dias, de manhã e de tarde, e checo o e-mail de hora em hora para ver se chegou mensagem do sistema.

Nossos amigos imigrantes até nos alertaram dos chamados "ghost mails": mensagens que chegam do CIC falando que seu status mudou (ou foi atualizado) e quando você entra no seu perfil para olhar não tem nada de diferente. Armaria!

Moral da história: haja maracugina para conseguir manter a calma nos próximos meses. Algumas pessoas relatam semanas a fio sem ter mudança no processo, então, só nos resta pedir a Deus para abençoar e nos dar força e paciência para ir tocando a vida, meio que em modo standby, mas, tentando ao máximo viver e valorizar o tempo presente, não descuidar do trabalho e ir resolvendo o máximo de coisas possível para poder zarpar assim que o PR sair.

Uma das coisas mais gostosas que tem é atualizar nossa timeline, com um sentimento bom de que as coisas estão caminhando certinho. Que continue assim!

domingo, 24 de abril de 2016

Mais uma etapa concluída: recebemos a AOR!

Começamos o dia de forma intensa por aqui. Depois de um sábado quase inteiro dedicado a re-escanear, cortar, recortar e reduzir documentos e PDFs, submetemos nossa documentação para a Residência Permanente no CIC, pagamos as taxas de CAD 2.080 e, então, recebemos nosso AOR! UHU! 

Como já estávamos há quase 1 mês com a documentação pronta, só aguardando a conferência final da consultora, nos sentimos preparados para romper o contrato e enviar por conta própria. Com frio na barriga, claro, mas decididos a não esperar mais. Já não fazia sentido, pois perdemos a confiança na agilidade e no trabalho deles.

O grande desafio foi juntar toda a documentação para caber nos 4mb, que é o limite para cada categoria e seu respectivo arquivo no CIC. Além disso, também incluímos uma folha de rosto em cada arquivo, explicando o conteúdo na ordem em que foi colocado. Exemplo: Education - 1) Diploma in Portuguese 2) Certified Translation 3) WES 4) IELTS.

Essa é outra dica: não tinha um campo específico para o Test Report do IELTS, inserimos então na parte de Education junto com os diplomas.

E, para dar menos dor de cabeça na hora de juntar tudo, recomenda-se usar o Acrobat Pro ou outros programas gratuitos que podem ser encontrados na internet como o Small PDF para juntar os arquivos e reduzir a resolução quando for necessário. Na maioria das vezes os documentos que precisamos reduzir muito por conterem mais folhas, como o Proof of Funds, ficaram pixelizados, porém, legíveis.

O site é lento, então, começamos a fazer os uploads ontem a noite e continuamos hoje bem cedo. O processo de upload levou no total cerca de 2 horas, por causa da instabilidade da nossa internet e do servidor do CIC.

Depois de incluídos todos os documentos eles geram um checklist final, uma espécie de termo de condições para assinatura eletrônica, e, por fim, o botão de "transmit and pay". Precisei ligar na minha operadora de cartão de crédito para desbloquear a transação, que foi negada na primeira vez. Menos de 1 minuto depois de ver "transaction approved", recebemos a mensagem no MyCic com a confirmação eletrônica do recebimento (AOR). UFA!

Segundo as estatísticas do primeiro ano do programa Express Entry (2015), 80% dos aplicantes na categoria Federal Skilled Workers tiveram o processo concluído em uma média de 4,7 meses. A média geral, incluindo todas as categorias, é 4,4 meses! Tentamos fazer tudo bem certinho para tentar ficar na parte mais rápida dessas estatísticas aí.

Acho que quem segue o @ProjetoMapleLeaf pelo Instagram já sabe que eu (Torontonian) sou uma pessoa muito musical. A gente tem até playlist do #ProjetoMapleLeaf no Spotify! rsrsrs

Então, depois da agonia intensa das últimas duas semanas, com nosso processo enrolado nas garras mãos da consultoria, eu preciso de uma trilha sonora de encerramento, com direito à tradução simultanea para marcar a ocasião...




Your subleties (Todas essas exigências do CIC)
They strangle me (Me deram um trabalho da moléstia nos últimos 45 dias)
I can't explain myself at all (Eu fiz até Letter of Explanation pra me explicar melhor

The walls start breathing (Inspira, expira e não pira)
My mind's unweaving (Relaxa, criatura, agora que começa a contagem regressiva)
Maybe it's best you leave me alone (Resolvemos seguir sem nossa consultoria enroladaça)
A weight is lifted (Perdemos peso de tanto suar para fazer tudo caber nos 4mb)
On this evening (Na verdade, hoje de manhã)
I give the final blow (Finalmente demos fatality na documentação, apertamos o botão)

When darkness turns to light, it ends tonight... (O dia já virou, e a agonia acabou)


May the odds be ever in our favor, let the games BEGIN!

Agora, à espera do nosso primeiro, PASSED!

Agradecimento especial aos nossos amigos do Canada Life por nos dar força e acompanhar nossas lamúrias diárias, nossos Besties pelo apoio e por nos emprestarem um scanner tinindo pra facilitar nossa vida, e, claro, nossas famílias! #CANADAHEREWEGO